Equilíbrio de frutas sobre a cabeça, sob o olhar do fantasma de Carmen Miranda

2013 | videoinstalação | 4 videos exibidos em TVs de tubo

Durações variadas em loop

Em cada TV, um vídeo de uma mulher em trajes sóbrios (Darks Miranda) equilibrando uma fruta sobre a cabeça. Em algum lugar virtual de cada imagem (dentro ou fora do enquadramento) está o fantasma de Carmen Miranda que, desconfiado, observa a ação de Darks Miranda, sua descendente. Carmen (seu fantasma) está desconfiada porque não entende se cada ação de Darks é uma homenagem ou um deboche. Não que Darks saiba a resposta. Ela própria não sabe o quanto a influência das heranças de sua antepassada a oprime ou o quanto potencializa sua força. A ação de Darks é ambígua, bem como a relação que trava com o fantasma de Carmen: a repetição do ato de equilibrar frutas sobre a cabeça é um prazer ou um castigo? As frutas são ornamentos (chapéus?) ou fardos? A mise-en-scène que Darks performa é niilista ou concentrada? Ainda: quem domina a cena? Darks está de costas para a câmera (de frente para a parede) porque foi posta de castigo ou porque dá mesmo as costas a sua antepassada, às heranças em sua identidade?